MEGA 94


naom_5c62b74e3aa29

Em fevereiro de 2017 uma notícia chocou os amantes da música. Victor, cantor da dupla Victor e Leo, teria agredido a sua então esposa, Poliana Bagatini, no Carnaval. Victor, que na época era técnico do “The Voice Kids” ao lado do irmão, foi cortado da edição enquanto a polícia prosseguia com a investigação.

Na ocasião ele foi indiciado pela Polícia Civil de Minas Gerais por vias de fato, uma contravenção penal contra a mulher. Porém, somente agora, em janeiro de 2020, quase três anos após o caso, Victor Chaves foi condenado em primeira instância na acusação de agressão. Segundo informações do site “G1”, de acordo com o Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), uma pena foi fixada no dia 29 de novembro, estabelecendo o cumprimento de 18 dias de prisão em regime aberto. O cantor recorreu da decisão na última quinta-feira (9), e o caso foi enviado ao Ministério Público de Minas Gerais (MPMG).

Ainda segundo o TJMG, o cantor também foi condenado a pagar R$ 20 mil à vítima, “como indenização em decorrência dos danos morais causados”, além de ter que arcar com os custos processuais. Foi estabelecido o benefício de so surcis, que é a suspensão condicional da pena, pelo prazo de dois anos.

No último domingo o programa “Domingo Espetacular”, da RecordTV exibiu com exclusividade uma reportagem completa onde mostra Victor com a ex-mulher no elevador e declarações de Poliana, Victor e da família do cantor que também aparece nas imagens registradas pela câmera de segurança. Em nota enviada pela defesa, Victor Chaves afirmou que “desde o início deste processo, arquei com os ônus de manter silêncio para preservar minha família. Diante disso, prefiro nada comentar”.




Fonte: Postado em: 14-01-2020


naom_5c62b74e3aa29

Em fevereiro de 2017 uma notícia chocou os amantes da música. Victor, cantor da dupla Victor e Leo, teria agredido a sua então esposa, Poliana Bagatini, no Carnaval. Victor, que na época era técnico do “The Voice Kids” ao lado do irmão, foi cortado da edição enquanto a polícia prosseguia com a investigação.

Na ocasião ele foi indiciado pela Polícia Civil de Minas Gerais por vias de fato, uma contravenção penal contra a mulher. Porém, somente agora, em janeiro de 2020, quase três anos após o caso, Victor Chaves foi condenado em primeira instância na acusação de agressão. Segundo informações do site “G1”, de acordo com o Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), uma pena foi fixada no dia 29 de novembro, estabelecendo o cumprimento de 18 dias de prisão em regime aberto. O cantor recorreu da decisão na última quinta-feira (9), e o caso foi enviado ao Ministério Público de Minas Gerais (MPMG).

Ainda segundo o TJMG, o cantor também foi condenado a pagar R$ 20 mil à vítima, “como indenização em decorrência dos danos morais causados”, além de ter que arcar com os custos processuais. Foi estabelecido o benefício de so surcis, que é a suspensão condicional da pena, pelo prazo de dois anos.

No último domingo o programa “Domingo Espetacular”, da RecordTV exibiu com exclusividade uma reportagem completa onde mostra Victor com a ex-mulher no elevador e declarações de Poliana, Victor e da família do cantor que também aparece nas imagens registradas pela câmera de segurança. Em nota enviada pela defesa, Victor Chaves afirmou que “desde o início deste processo, arquei com os ônus de manter silêncio para preservar minha família. Diante disso, prefiro nada comentar”.




Fonte: Postado em: 14-01-2020
MEGA POINT
Av. Afonso Pena 5154
Campo Grande MS
Whatsapp - 99143-9494

3042-9494
Mega94 (c)- Todos os direitos reservados.