MEGA 94


a_37_widelg

“Faça login para confirmar sua idade. Este vídeo pode ser impróprio para alguns usuários”. É essa mensagem que as pessoas vão ver no YouTube, se não estiverem logadas, ao abrir o clipe de “Verdinha”, da Ludmilla, impedindo que qualquer um veja o vídeo, sem restrições. A visualização só é permitida após “provar” que tem mais de 18 anos.

Nas redes sociais, Ludmilla reclamou dessa decisão, afirmando: “estão tentando me sabotar a todo custo”.

“Acabei de receber a horrível notícia que classificaram a idade no vídeo de ‘Verdinha’. Cara, eu tô chocada. O que é que tem no clipe de verdinha que ninguém nunca viu no Brasil? Só se for uma negra no poder, na frente de uma plantação de alface, uma mulher delegando funções. Deve ser isso de estranho, já que o Brasil não costuma ver”, desabafou ela.

Ludmilla ainda reclamou que o YouTube separou o áudio de “Verdinha” em dois, dividindo as reproduções e impedindo que ficasse entre as mais ouvidas. Os fãs, é claro, já estão nas redes sociais cobrando um posicionamento.



Fonte: Postado em: 18-12-2019


a_37_widelg

“Faça login para confirmar sua idade. Este vídeo pode ser impróprio para alguns usuários”. É essa mensagem que as pessoas vão ver no YouTube, se não estiverem logadas, ao abrir o clipe de “Verdinha”, da Ludmilla, impedindo que qualquer um veja o vídeo, sem restrições. A visualização só é permitida após “provar” que tem mais de 18 anos.

Nas redes sociais, Ludmilla reclamou dessa decisão, afirmando: “estão tentando me sabotar a todo custo”.

“Acabei de receber a horrível notícia que classificaram a idade no vídeo de ‘Verdinha’. Cara, eu tô chocada. O que é que tem no clipe de verdinha que ninguém nunca viu no Brasil? Só se for uma negra no poder, na frente de uma plantação de alface, uma mulher delegando funções. Deve ser isso de estranho, já que o Brasil não costuma ver”, desabafou ela.

Ludmilla ainda reclamou que o YouTube separou o áudio de “Verdinha” em dois, dividindo as reproduções e impedindo que ficasse entre as mais ouvidas. Os fãs, é claro, já estão nas redes sociais cobrando um posicionamento.



Fonte: Postado em: 18-12-2019
MEGA POINT
Av. Afonso Pena 5154
Campo Grande MS
Whatsapp - 99143-9494

3042-9494
Mega94 (c)- Todos os direitos reservados.