MEGA 94


chorão

Durão e bad boy para alguns e dono de personalidade forte, mas atencioso e carinhoso com os brothers, o vocalista do Charlie Brown Jr, Chorão, se tornou um ícone da cena do rock brasileiro entre os anos 1990 e a primeira década da era 2000.

A banda santista Charlie Brown Jr., da qual Chorão era líder, vocalista e principal compositor, se transformou no maior grupo de rock do país com uma sonoridade skate rock (doses de punk californiano + ska reggae + hip hop + funk) e um discurso simples e sincero que caíram imediatamente no gosto de quem tem sede de viver. Era um som urgente e em sintonia com as ruas.

Seis anos depois da sua partida, o brilho musical de Alexandre Magno Abrão (seu nome de batismo) continua vivo e conquistando novos corações e mentes, mesmo porque o rock’n’roll nacional diminuiu de importância no mercado e ele, com seu talento e autenticidade, foi o último astro do gênero no Brasil.

Não por acaso, o CBJr tem 1,2 milhão de inscritos no YouTube e 2,1 milhões de ouvintes mensais no Spotify, onde a banda tem 3,3 milhões de seguidores. As pontes afetivas e musicais que Chorão construiu seguem indestrutíveis.

Então, neste dia 9 de abril de 2019, quando o homeboy Chorão completaria 49 anos, faz todo o sentido aUniversal Music homenageá-lo com uma série de lançamentos. O primeiro, terça-feira (9), é um single com uma nova versão do hit “Zóio de Lula” (1999), produzida por Marcelo Lobato (tecladista da banda O Rappa) e interpretada por Marcelo D2, Nação Zumbi, Maneva e Hungria.

Junto com o lançamento do single, nas plataformas digitais, chega também um EP com duas faixas: a canção original, gravada no álbum “Preço Curto… Prazo Logo” – e primeira música do Charlie Brown a atingir o topo das paradas nas rádios do país – e a nova versão. A capa do EP reproduz o desenho que Chorão fez para o promo de rádio, em 1999.



Fonte: Postado em: 09-04-2019


chorão

Durão e bad boy para alguns e dono de personalidade forte, mas atencioso e carinhoso com os brothers, o vocalista do Charlie Brown Jr, Chorão, se tornou um ícone da cena do rock brasileiro entre os anos 1990 e a primeira década da era 2000.

A banda santista Charlie Brown Jr., da qual Chorão era líder, vocalista e principal compositor, se transformou no maior grupo de rock do país com uma sonoridade skate rock (doses de punk californiano + ska reggae + hip hop + funk) e um discurso simples e sincero que caíram imediatamente no gosto de quem tem sede de viver. Era um som urgente e em sintonia com as ruas.

Seis anos depois da sua partida, o brilho musical de Alexandre Magno Abrão (seu nome de batismo) continua vivo e conquistando novos corações e mentes, mesmo porque o rock’n’roll nacional diminuiu de importância no mercado e ele, com seu talento e autenticidade, foi o último astro do gênero no Brasil.

Não por acaso, o CBJr tem 1,2 milhão de inscritos no YouTube e 2,1 milhões de ouvintes mensais no Spotify, onde a banda tem 3,3 milhões de seguidores. As pontes afetivas e musicais que Chorão construiu seguem indestrutíveis.

Então, neste dia 9 de abril de 2019, quando o homeboy Chorão completaria 49 anos, faz todo o sentido aUniversal Music homenageá-lo com uma série de lançamentos. O primeiro, terça-feira (9), é um single com uma nova versão do hit “Zóio de Lula” (1999), produzida por Marcelo Lobato (tecladista da banda O Rappa) e interpretada por Marcelo D2, Nação Zumbi, Maneva e Hungria.

Junto com o lançamento do single, nas plataformas digitais, chega também um EP com duas faixas: a canção original, gravada no álbum “Preço Curto… Prazo Logo” – e primeira música do Charlie Brown a atingir o topo das paradas nas rádios do país – e a nova versão. A capa do EP reproduz o desenho que Chorão fez para o promo de rádio, em 1999.



Fonte: Postado em: 09-04-2019
MEGA POINT
Av. Afonso Pena 5154
Campo Grande MS
Whatsapp - 99143-9494

3042-9494
Mega94 (c)- Todos os direitos reservados.