MEGA 94


girias

O tempo muda e os costumes mudam com ele. Com as gírias não é diferente. Algumas (como “curtir”, por exemplo) permanecem durante anos na boca do povo, outras não sobrevivem ao verão seguinte. Nos anos 70 costumávamos usar frases como “você ficou grilado”. Hoje, ninguém com menos de 40 entende a palavra “grilado”.
Foi pensando em fazer uma retrospectiva das gírias que reunimos algumas dessas palavras. As gírias foram selecionadas por década.

ANOS 60

Bacana – bom, bonito

Bicho – cara, amigo

Boa pinta – de boa aparência, pessoa bonita

Boazuda – mulher bonita

Bolinha – estimulante

Bulhufas – nada

Calhambeque – carro velho

Cara – indivíduo

Coroa – ancião

Carango – automóvel

Certinha – mulher bonita

Chapa – amigo

Dar mancada – desrespeitar o compromisso

Duca – ótimo

Duvi-de-o-dó – duvidar de algo.

É de lascar – situação complicada

É fogo – é difícil

É uma brasa, mora! – é espevitada!, danada!

Esticada – passar por vários restaurantes e bares noturnos

Ficar de rolo – continuar o namoro, mas sem exigir fidelidade

Fossa – depressão, crise existencial

Gamar – namorar

Gata – mulher bonita

Grana – dinheiro

Legal! – ótimo!

Lelé da cuca – louco

Mancar – desrespeitar compromisso

Minissaia – saia curta

Morou? – entendeu?

Paca – muito

Pão – homem bonito

Papo firme – conversa séria

Papo furado – conversa boba

Patota – turma de amigos

Pé de chinelo – pessoa sem expressão

Pelego – líder sindical “puxa-saco”

Prafrentex – avançado, moderno

Pode vir quente que estou fervendo – excitado

Pra frente – moderno

Quadrado – conservador

Sebo nas canelas – apresse-se, vamos rápido

Sifu – deu-se mal

Tremendão – rapaz bonito

Ziriguidum – samba no pé, molejo de mulata.

 

ANOS 70

Abafar – chamar a atenção

Aprontar – arranjar confusão, o mesmo que sacanear

Barra limpa – tudo certo, tudo bem

Barra pesada – pessoa ou situação perigosa ou difícil de lidar

Bicho – companheiro, amigo, o equivalente a “brother”

Bidu – pessoa esperta

Bronca – repreensão, mal-humor

Careta – pessoa conservadora

Curtir – aproveitar uma situação dada como boa

Dar no pé – ir embora, fugir

Dar o cano – desrespeitar um compromisso

Dar um “taime” – esperar, aguardar um bocado

De montão – muito, em grande quantidade

Desligado – fora de si

Estar por dentro – ser atualizado, ser bem informado

Falou e disse – concordar, disse bem, disse o que tinha que dizer

Fera – pessoa boa em alguma coisa, “expert”

Figura – Sujeito excêntrico, pessoa diferente

Forçar a barra – provocar uma situação

Gamado – apaixonado

Grilado – desconfiado, em dúvida

Maior barato – legal, sensação boa

Manjar – entender, compreender

Na minha – ficar observando e quieto, sem se meter na conversa ou situação

Na sua – idem, só que era usado para se referir a outra pessoa

Pagar sapão – se dar mal

Papo furado – mentira, conversa sem sentido, papo que não vai a lugar nenhum

Pra lá de Marrakech – drogada, chapado, bêbado

Russo – situação ruim, difícil

Trampo – trabalho.

 

ANOS 80

Arrasar – fazer sucesso

Azarar – paquerar

Caroço – gente chata, enjoada

Chavecar – paquerar

Chocante – muito legal

Dar um tapa – puxar fumo, fumar maconha

Deprê – depressão, estado de desânimo

Detonar – livrar-se de algo ou alguém

É ruim, heim! – servia para negativa extrema em várias situações

Esperto – bacana, bom

Extrapolar – exceder-se, dar vexame

Falô – até logo, até mais

Fera – sujeito habilidoso em alguma coisa

Ficar – namorico de um noite

Fominha – sujeito que não passa a bola no futebol, egoísta

Hiper, super – melhor ainda

Mala – pessoa maçante

Maneiro – muito bacana

Normal – está tudo em ordem

Numa nice – numa boa

Pegar leve – ir devagar

Pagar mico – dar vexame

Pentelho – variação de mala

Rolar – substituía o “acontecer”

Rolo – ficar várias vezes

Tá crowd – tá lotado

Tá maus – situação ruim

Tomou doril – sumiu

Viajar na maionese – falar coisas absurdas, entrar em contradição

Zura – pão duro

Careta – antiquado, fora de moda

Baranga – mulher feia

Morô? – entendeu?

Pistoleira – mulher interesseira, que casa por dinheiro

Rolê – passeio, volta

Virar casaca – trocar de lado, trocar de sexo, trocar de time etc

Bode – mau humor

Massa – bom, ótimo, legal

 

ANOS 90

Antenado – conhecedor, por dentro

Balada – diversão

Brother – amigo.

De lei – é assim

Descolar – arranjar, dar

Fui – ir embora, tchau

Estiloso – pessoa bem arrumada

Gato – homem bonito

Grunge – estilo despojado

Patricinha – menina rica e mimada

Perua – mulher super arrumada

Pintar – aparecer

Zoar – fazer bagunça

 

Anos 2 000

Abalar – causar boa impressão

Beca – roupa

Bolado – surpreso

Bombado – lugar animado

Bonde – fileira

Buzum – ônibus

Causar – dar boa impressão

Chapa quente – clima agitado

Cumpadi – amigo

Dar mole – paquerar, bobear

E aê – olá, como vai?

É foda – é complicado

Passar o rodo – atacar

Pisante – tênis

Popozuda – mulher com a bunda grande

Responsa – confiável

Tá dominado – sob controle

Tá ligado? – entendeu?

Vala – a própria morte

Valeu – obrigado

Véio – ancião, coroa

X9 – informante



Fonte: Postado em: 02-05-2017


girias

O tempo muda e os costumes mudam com ele. Com as gírias não é diferente. Algumas (como “curtir”, por exemplo) permanecem durante anos na boca do povo, outras não sobrevivem ao verão seguinte. Nos anos 70 costumávamos usar frases como “você ficou grilado”. Hoje, ninguém com menos de 40 entende a palavra “grilado”.
Foi pensando em fazer uma retrospectiva das gírias que reunimos algumas dessas palavras. As gírias foram selecionadas por década.

ANOS 60

Bacana – bom, bonito

Bicho – cara, amigo

Boa pinta – de boa aparência, pessoa bonita

Boazuda – mulher bonita

Bolinha – estimulante

Bulhufas – nada

Calhambeque – carro velho

Cara – indivíduo

Coroa – ancião

Carango – automóvel

Certinha – mulher bonita

Chapa – amigo

Dar mancada – desrespeitar o compromisso

Duca – ótimo

Duvi-de-o-dó – duvidar de algo.

É de lascar – situação complicada

É fogo – é difícil

É uma brasa, mora! – é espevitada!, danada!

Esticada – passar por vários restaurantes e bares noturnos

Ficar de rolo – continuar o namoro, mas sem exigir fidelidade

Fossa – depressão, crise existencial

Gamar – namorar

Gata – mulher bonita

Grana – dinheiro

Legal! – ótimo!

Lelé da cuca – louco

Mancar – desrespeitar compromisso

Minissaia – saia curta

Morou? – entendeu?

Paca – muito

Pão – homem bonito

Papo firme – conversa séria

Papo furado – conversa boba

Patota – turma de amigos

Pé de chinelo – pessoa sem expressão

Pelego – líder sindical “puxa-saco”

Prafrentex – avançado, moderno

Pode vir quente que estou fervendo – excitado

Pra frente – moderno

Quadrado – conservador

Sebo nas canelas – apresse-se, vamos rápido

Sifu – deu-se mal

Tremendão – rapaz bonito

Ziriguidum – samba no pé, molejo de mulata.

 

ANOS 70

Abafar – chamar a atenção

Aprontar – arranjar confusão, o mesmo que sacanear

Barra limpa – tudo certo, tudo bem

Barra pesada – pessoa ou situação perigosa ou difícil de lidar

Bicho – companheiro, amigo, o equivalente a “brother”

Bidu – pessoa esperta

Bronca – repreensão, mal-humor

Careta – pessoa conservadora

Curtir – aproveitar uma situação dada como boa

Dar no pé – ir embora, fugir

Dar o cano – desrespeitar um compromisso

Dar um “taime” – esperar, aguardar um bocado

De montão – muito, em grande quantidade

Desligado – fora de si

Estar por dentro – ser atualizado, ser bem informado

Falou e disse – concordar, disse bem, disse o que tinha que dizer

Fera – pessoa boa em alguma coisa, “expert”

Figura – Sujeito excêntrico, pessoa diferente

Forçar a barra – provocar uma situação

Gamado – apaixonado

Grilado – desconfiado, em dúvida

Maior barato – legal, sensação boa

Manjar – entender, compreender

Na minha – ficar observando e quieto, sem se meter na conversa ou situação

Na sua – idem, só que era usado para se referir a outra pessoa

Pagar sapão – se dar mal

Papo furado – mentira, conversa sem sentido, papo que não vai a lugar nenhum

Pra lá de Marrakech – drogada, chapado, bêbado

Russo – situação ruim, difícil

Trampo – trabalho.

 

ANOS 80

Arrasar – fazer sucesso

Azarar – paquerar

Caroço – gente chata, enjoada

Chavecar – paquerar

Chocante – muito legal

Dar um tapa – puxar fumo, fumar maconha

Deprê – depressão, estado de desânimo

Detonar – livrar-se de algo ou alguém

É ruim, heim! – servia para negativa extrema em várias situações

Esperto – bacana, bom

Extrapolar – exceder-se, dar vexame

Falô – até logo, até mais

Fera – sujeito habilidoso em alguma coisa

Ficar – namorico de um noite

Fominha – sujeito que não passa a bola no futebol, egoísta

Hiper, super – melhor ainda

Mala – pessoa maçante

Maneiro – muito bacana

Normal – está tudo em ordem

Numa nice – numa boa

Pegar leve – ir devagar

Pagar mico – dar vexame

Pentelho – variação de mala

Rolar – substituía o “acontecer”

Rolo – ficar várias vezes

Tá crowd – tá lotado

Tá maus – situação ruim

Tomou doril – sumiu

Viajar na maionese – falar coisas absurdas, entrar em contradição

Zura – pão duro

Careta – antiquado, fora de moda

Baranga – mulher feia

Morô? – entendeu?

Pistoleira – mulher interesseira, que casa por dinheiro

Rolê – passeio, volta

Virar casaca – trocar de lado, trocar de sexo, trocar de time etc

Bode – mau humor

Massa – bom, ótimo, legal

 

ANOS 90

Antenado – conhecedor, por dentro

Balada – diversão

Brother – amigo.

De lei – é assim

Descolar – arranjar, dar

Fui – ir embora, tchau

Estiloso – pessoa bem arrumada

Gato – homem bonito

Grunge – estilo despojado

Patricinha – menina rica e mimada

Perua – mulher super arrumada

Pintar – aparecer

Zoar – fazer bagunça

 

Anos 2 000

Abalar – causar boa impressão

Beca – roupa

Bolado – surpreso

Bombado – lugar animado

Bonde – fileira

Buzum – ônibus

Causar – dar boa impressão

Chapa quente – clima agitado

Cumpadi – amigo

Dar mole – paquerar, bobear

E aê – olá, como vai?

É foda – é complicado

Passar o rodo – atacar

Pisante – tênis

Popozuda – mulher com a bunda grande

Responsa – confiável

Tá dominado – sob controle

Tá ligado? – entendeu?

Vala – a própria morte

Valeu – obrigado

Véio – ancião, coroa

X9 – informante



Fonte: Postado em: 02-05-2017
MEGA POINT
Av. Afonso Pena 5154
Campo Grande MS
Whatsapp - 99143-9494

3042-9494
Mega94 (c)- Todos os direitos reservados.